R-Shark

Review: Bored_Cyrus | Data: 02/08/2008 | Última Revisão: 02/12/2013

Ficha
Plataforma Adaptações/Outras versões Data de Lançamento
Arcade 1995
Desenvolvimento Publicação Classificação
Dooyong Dooyong Visão Superior / Rolagem Vertical
Multiplayer: Até 2 jogadores em modo cooperativo.
Review

Shoot-em-up da desenvolvedora coreana Dooyong, que criou alguns Arcades meia-boca do começo ao meio dos anos 90 antes de sumir completamente do mapa. O nome “R-Shark” soa como uma tentativa de pegar carona no sucesso de R-Type. Se for este o caso, não deu muito certo: o game foi um dos últimos lançamentos da empresa e jamais foi distribuído fora de território sul-coreano.

Transcorrido no bom e velho espaço sideral, R-Shark segue o esquema mais básico de um shoot-em-up vertical. Não há muito a ser comentado. Um aspecto curioso é que, logo no início, você tem a opção de decidir em que estágio começar. O game disponibiliza três tipos distintos de armamento (obtidos pela coleta de power-ups), que também definem a natureza de sua super-bomba. Quando sua nave é atingida, uma exagerada sequência pirotécnica de explosões cobre toda a extensão da tela, atingindo tudo que estiver pelo caminho. Ou seja, a coisa mais divertida do jogo é morrer…

R-Shark tem um ótimo trabalho gráfico, com sprites bastante coloridos que remetem um pouco ao estilo de alguns dos shooters espaciais da Toaplan. Fora isso, não há muita coisa que se salve da mediocridade. Nota final: as “frases de derrota” dos chefes são hilárias de tão toscas.

Avaliação
Estrela CheiaEstrela CheiaEstrela VaziaEstrela VaziaEstrela Vazia
Screenshots

Este artigo foi postado em Reviews, Reviews: Arcade e marcado como , , . Adicione o permalink a seus favoritos.

Um comentário

  1. helinux says:

    clássico!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *